Configurar o servidor de bases de dados

Saiba como configurar e otimizar o servidor de bases de dados

Esta tradução foi automaticamente gerada pelo nosso parceiro SYSTRAN. Em certos casos, poderão ocorrer formulações imprecisas, como por exemplo nomes de botões ou detalhes técnicos. Recomendamos que consulte a versão inglesa ou francesa do manual, caso tenha alguma dúvida. Se nos quiser ajudar a melhorar esta tradução, clique em "Contribuir" nesta página.

Última atualização: 30/06/2022

Objetivo

Os servidores CloudDB oferecem-lhe a possibilidade de agir sobre os parâmetros globais do seu servidor. Além disso, tem a hipótese de visualizar a atividade do servidor.

Saiba como configurar e otimizar o servidor de bases de dados.

Requisitos

Instruções

Visualizar as informações gerais do servidor de bases de dados

Na Área de Cliente OVHcloud, aceda à secção Bases de dados e clique na instância SQL que pretende configurar. Certifique-se de que está no separador Informações gerais.

Esta secção apresenta as informações essenciais da instância SQL. Sugerimos que dedique alguns minutos para verificar se estão corretas ou se correspondem às indicações descritas a abaixo.

Informação Detalhes
Estado do serviço Indica se a instância está ativada, a ser reiniciada ou suspensa. Para configurar a instância SQL, esta tem que estar ativada.
Tipo Indica o sistema de base de dados usado pelo servidor. O sistema «MySQL» é o mais comum, mas existem outros (PostgreSQL, MariaDB). Por exemplo, se o seu site é um WordPress, o sistema MySQL serve perfeitamente.
Versão Indica a versão do sistema da base de dados. Por favor, verifique a compatibilidade do seu site com a versão selecionada.
Saturação CPU Mostra o tempo de saturação de CPU passado nas últimas 24 horas.
RAM Indica a RAM disponível para a instância, e avisa quando os limites da RAM são ultrapassados. O servidor de bases de dados dispõe de recursos dedicados e garantidos: a sua memória RAM. Se precisar de mais recursos, pode fazer um upgrade e receber notificações quando o limite de memória for atingido.
Infraestrutura Indica a infraestrutura / plataforma usada pela sua instância (i.e. informação relativa à infraestrutura da OVHcloud). Trata-se de uma informação inerente à infraestrutura da OVHcloud.
Datacenter Indica o datacenter onde instância está alojada. Certifique-se de que o datacenter da sua instância é o mesmo do alojamento web OVHcloud em que o seu site se encontra, ou se encontrará, alojado.
Host Indica o servidor OVHcloud onde a instância foi criada. Esta informação, inerente à infraestrutura da OVHcloud, poderá ser incluída na página sobre o Estado dos Serviços.

Informações gerais

Gerir os seus acessos

O seu CloudDB está acessível a partir dos seus alojamentos web da OVHcloud ou/e a partir da rede pública.

Autorizar um endereço IP

Para que o acesso à sua instância CloudDB funcione, é obrigatório indicar os IP ou intervalos de IP que podem conectar-se às suas bases de dados.

Na Área de Cliente OVHcloud, aceda à secção Bases de dados e clique na CloudDB SQL em causa.

Clique no separador IP autorizados e a seguir no botão Adicionar um endereço IP/máscara.

clouddb

Na janela que se abrir, indique em IP/máscara o endereço IP ou a máscara que pretende autorizar e adicione uma descrição se desejar. Decida se quer dar acesso apenas às bases de dados ou ao SFTP. Por fim, clique em Validar.

clouddb

Autorizar conexões a um alojamento web OVHcloud

Para um alojamento web da OVHcloud, pode simplesmente selecionar Autorizar os alojamentos web da OVHcloud a aceder à base de dados.

clouddb

Alterar a sua oferta CloudDB

Para alterar a sua oferta CloudDB, aceda à Área de Cliente OVHcloud. Clique no separador Web Cloud e, a seguir, em Base de dados. Selecione o nome do seu servidor de bases de dados. No separador «Informações gerais», que aparece de forma predefinida, clique em ... à direita da menção «RAM» e, depois, em Alterar o volume de RAM de modo a proceder à encomenda desta modificação.

clouddb

Escolha o volume de RAM desejado e clique no botão Seguinte. Poderá então escolher a duração desejada.

Um adiamento proporcional será efetuado se lhe faltarem alguns meses antes da expiração. Este pro rata será baseado na data de expiração da sua instância CloudDB e não na da nota de encomenda.

Após a validação dos contratos, será reencaminhado para a ordem de encomenda a fim de pagar pela alteração. Esta última produzirá efeitos em algumas horas.

Se dispõe atualmente de um CloudDB gratuito graças ao seu alojamento Performance, a modificação da oferta fará com que perca a sua gratuidade.

Alterar a configuração do servidor de bases de dados

Aceda à Área de Cliente OVHcloud. Clique no separador Web Cloud e, a seguir, em Base de dados. Selecione o nome do seu servidor CloudDB.

Instância MySQL e MariaDB

  • Aceda ao separador Configuration.

No quadro Configuração geral do MySql, vai encontrar a configuração definida atualmente para a base de dados. Pode alterá-la diretamente e clicar em Aplicar.

clouddb

  • Tmpdir: Diretório de ficheiros temporários. /dev/shm corresponde à memória RAM da instância. /tmp corresponde ao disco rígido da instância.
  • MaxAllowedPacket: Tamanho máximo dos pacotes.
  • Max_user_connections: Número de conexões simultâneas autorizadas por utlizador.
  • AutoCommit: Define se os pedidos são validados (committed) automaticamente.
  • Interactive_timeout: Tempo (em segundos) que o servidor aguardará atividade numa conexão interativa antes de a fechar.
  • InnodbBufferPoolSize: Escolha da dimensão do buffer.
  • MaxConnexions: Número de conexões simultâneas autorizadas no servidor de bases de dados.
  • Wait_timeout: Tempo (em segundos) que o servidor aguardará atividade numa conexão não interativa antes de a fechar.
  • Event_scheduler: Permite acionar a execução de pedidos programados diretamente no servidor MySQL.
  • sql_mode: A opção sql_mode afeta a sintaxe SQL e as verificações de validação de dados efetuadas por MySQL/MariaDB.

Quando encontra um erro no seu site a indicar «Too many connections», isso deve-se à ultrapassagem do número máximo de conexões simultâneas na base de dados. Assim, se a variável «MaxConnections» não estiver no máximo, pode aumentá-la.

Tmpdir:

  • /dev/shm: O servidor de bases de dados vai alocar para este diretório metade da sua memória RAM, tendo em vista um melhor desempenho.

  • /tmp: O servidor vai alocar no disco rígido um espaço ilimitado para este diretório, mas o desempenho será muito inferior. Recomendamos que utilize este diretório apenas para operações pontuais pesadas.

sql_mode:

  Modo predefinido de MariaDB 10.1:

 NO_ENGINE_SUBSTITUTION,NO_AUTO_CREATE_USER 

  Modo predefinido de MariaDB 10.2 e superior:

 STRICT_TRANS_TABLES,ERROR_FOR_DIVISION_BY_ZERO,NO_AUTO_CREATE_USER,NO_ENGINE_SUBSTITUTION 

  Modo predefinido de MySQL 5.6:

 NO_ENGINE_SUBSTITUTION 

  Modo predefinido de MySQL 5.7 e superior:

 ONLY_FULL_GROUP_BY,STRICT_TRANS_TABLES,NO_ZERO_IN_DATE,NO_ZERO_DATE,ERROR_FOR_DIVISION_BY_ZERO,NO_ENGINE_SUBSTITUTION 

Recomendamos que utilize sempre o modo predefinido, exceto se a sua base de dados tiver sido atualizada a partir de uma versão com um modo predefinido diferente da versão atual.

Efetue as modificações necessárias e clique em Confirmar.

Qualquer alteração requer o reinício do servidor de bases de dados.

Instance PostgreSQL

Não é possível modificar a configuração de uma instância PostgreSQL.

No entanto, pode ativar extensões nas bases de dados. Para isso, aceda ao separador Bases de dados e clique no ícone da tabela junto à base de dados, sob a coluna «Extensões».

clouddb

Alterar a versão MySQL, PostgreSQL ou MariaDB do servidor de bases de dados

Para conhecer a versão de MySQL, PostgreSQL ou MariaDB do seu servidor de bases de dados, deve aceder ao separador «Informações gerais» depois de ter escolhido o servidor de bases de dados.

A versão atual surge na linha «Versão».

Para modificar esta versão, clique em Alterar a versão.

clouddb

Como saber a versão exata de PostgreSQL que utilizo?

Introduza este comando no phpPgAdmin, clicando na sua base de dados, rubrica «SQL», e a seguir em Lançar:

select version();

Como saber a versão exata de MySQL ou MariaDB que utilizo?

Introduza este comando no phpMyAdmin, rubrica «SQL», e a seguir em Executar:

show variables like "version";
  • Antes de migrar para uma versão superior, certifique-se de que a base de dados é compatível com a versão escolhida.
  • A alteração terá efeito minutos mais tarde.

Não é possível passar diretamente de uma versão antiga para a mais recente. A passagem por todas as versões intermédias é obrigatória.

Logs e métricas

Conhecer o tempo de execução dos pedidos

Isto permite-lhe visualizar o tempo de execução dos pedidos no servidor de bases de dados nas últimas 24 horas.

Aceda à Área de Cliente OVHcloud. Clique no separador Web Cloud e, a seguir, em Base de dados. Selecione o nome do seu servidor de bases de dados.

Aceda ao separador Métricas do servidor de bases de dados. Vai encontrar o gráfico «Estatísticas do tempo de execução dos pedidos».

clouddb

Acesso aos logs «Slow Query»

Definição dos «slow query logs»

São os pedidos que levam mais tempo a ser executados. O valor é definido em 1 segundo nos nossos servidores de bases de dados na variável «long_query_time».

Estes logs, chamados «slow-query.log», podem ser obtidos na raiz do espaço SFTP do servidor de bases de dados.

Aceda à Área de Cliente OVHcloud. Clique no separador Web Cloud e, a seguir, em Base de dados. Selecione o nome do seu servidor de bases de dados.

No separador Informações gerais, vai encontrar a secção «SFTP» no quadro «Informações de conexão».

clouddb

Para se conectar em SFTP, pode recorrer ao programa Filezilla. Se necessário, consulte o guia: «Guia de utilização do FileZilla».

Se o ficheiro estiver vazio, isso revela a inexistência de pedidos lentos.

Acompanhar a RAM consumida

Aceda à Área de Cliente OVHcloud. Clique no separador Web Cloud e, a seguir, em Base de dados. Selecione o nome do seu servidor de bases de dados.

Aceda ao separador Métricas da Área de Cliente. Vai encontrar o gráfico «Estatísticas de memória RAM utilizada».

clouddb

Acompanhar o número de conexões por minuto

Este gráfico permite acompanhar, relativamente às últimas 24 horas, o volume de conexões por minuto no servidor de bases de dados.

Aceda à Área de Cliente OVHcloud. Clique no separador Web Cloud e, a seguir, em Base de dados. Selecione o nome do seu servidor de bases de dados.

Aceda ao separador Métricas da Área de Cliente. Vai encontrar o gráfico «Estatísticas do total de conexões por minuto».

clouddb

Otimizar as bases de dados

Aconselhamos que faça a manutenção das suas bases de dados para que o seu desempenho permaneça elevado. Um desempenho elevado significa que as informações contidas na base são devolvidas rapidamente ao script que as solicita. Nesse sentido, as bases de dados precisam de ser estruturadas e otimizadas.

Indexar a base de dados

Para aumentar a rapidez de pesquisa no seguimento de um pedido, é necessário indexar os campos utilizados nas cláusulas WHERE.

Por exemplo: costuma fazer pesquisas de pessoas relativamente à cidade. Indexe o campo «cidade» com o pedido seguinte:

ALTER TABLE 'test' ADD INDEX ('city')

Limpar a base de dados

Já não consulta alguns dos seus dados? Se os arquivar, as tabelas ficarão menos cheias e as pesquisas levarão menos tempo.

Limite de exibição

Limite a exibição dos registos a um número fixo (por exemplo, 10 por página) através da parte LIMIT do pedido SQL.

Agrupamento dos pedidos

Agrupe os pedidos no início do script da seguinte forma:

open_connection
request1
request1
...
close_connection
Display...
Treat data
Loop through data...
Display...
...

Obter apenas dados úteis

Nos pedidos SQL, verifique se seleciona apenas aquilo de que precisa e, principalmente, se não se esqueceu das ligações entre as tabelas.

Por exemplo:

(where table1.champs = table2.champs2)

Evitar as opções que consomem demasiados recursos

Por exemplo, evite utilizar «HAVING»; isto torna os pedidos mais pesados. Da mesma forma, evite utilizar «GROUP BY», exceto em caso de verdadeira necessidade.

Quer saber mais?

Lista dos endereços IP dos clusters e alojamentos web

Fale com a nossa comunidade de utilizadores em https://community.ovh.com/en/.


Esta documentação foi-lhe útil?

Não hesite em propor-nos sugestões de melhoria para fazer evoluir este manual.

Imagens, conteúdo, estrutura... Não hesite em dizer-nos porquê para evoluirmos em conjunto!

Os seus pedidos de assistência não serão tratados através deste formulário. Para isso, utilize o formulário "Criar um ticket" .

Obrigado. A sua mensagem foi recebida com sucesso.


Estes manuais também podem ser úteis...

OVHcloud Community

Aceda ao seu espaço comunitário. Coloque as suas questões, procure informações e interaja com outros membros do OVHcloud Community.

Discuss with the OVHcloud community

Em conformidade com a alteração à Diretiva 2006/112/CE, os preços com IVA podem variar de acordo com o país de residência do cliente
(por defeito, os preços com IVA apresentados incluem o IVA português em vigor).