Manuais OVH

Partilhado: O SSH nos alojamentos partilhados

Partilhado: O SSH nos alojamentos partilhados

O que é o SSH e quais os seus benefícios?

A utilização de SSH no seu alojamento é possível a partir da oferta Pro (nas antigas ofertas a partir do alojamento da gama plan).

ATENÇÃO: Nas antigas ofertas somente poderá aceder com a conta FTP principal. Isto significa que os utilizadores FTP suplementares (os que criou com recurso ao Multi-FTP) não terão acesso SSH.

O SSH permite-lhe ligar-se ao seu alojamento e de manipular os ficheiros (como FTP). Para mais informações sobre o protocolo SSH, clique aqui.

Pré-requisitos

  • A opção SSH deverá estar disponível:

Apenas para alojamentos a partir da oferta PRO.

  • Um software que permite o acesso SSH (Putty por exemplo).

  • A porta 22 aberta na sua Firewall e no seu router.

Ativar/Desativar o SSH num utilizador

Poderá gerir os seus logins SSH no seu Espaço Cliente. Basta que clique no nome do seu alojamento por baixo da secção alojamento e aceda ao separador "FTP - SSH".

Ao criar novos utilizadores FTP, a ligação via SSH poderá ser ativada igualmente para esse mesmo utilizador.

Poderá deesativar a ligação SSH num utilizador ao clicar na roda dentada à direita do seu login e depois clique em "Modificar".

Esta modificação será efetivada dentro de alguns minutos.

Abrir a linha de comandos ('prompt')

Em Linux :

  • Em KDE: Aceda ao menu principal (de forma padrão no canto inferior esquerdo) e na barra de pesquisa introduza "konsole", clicando devendo clicar de seguida no primeiro resultado da pesquisa.

Em Mac : - Clique no disco rígido e clique de seguida no diretorio de aplicações. Aceda depois ao diretorio de utilidades e abra a aplicação "Terminal"

Em Windows :

  • Em Windows não existe nenhum cliente nativo de SSH, e como tal, é necessário efetuar o download de um.

O mais conhecido é sem dúvida o Putty. Pode efetuar o seu download aqui.

A ligação ao seu alojamento através de SSH

Em Linux e Mac:

  • Para se ligar ao seu alojamento através de SSH abra uma linha de comandos e introduza: SSH SeuLoginFtp@SeuServidorFtp

Poderá encontrar esses identificadores FTP graças a este guia.

Em Windows :

  • Para Windows, o melhor é consultar o seguinte guia para Putty.

Lista dos principais comandos

Basta substituir o termo arg pelo nome da pasta ou ficheiro em que pretende efetuar o comando.

|Comando a introduzir|Tradução (em Inglês)|Explicação (Em Português)| |pwd|print working directory|Apresenta a pasta em que estamos a trabalhar| |cd arg|change directory|Altera a pasta de trabalho de; arg corresponde a nova pasta. O comando cd sem adicionar arg posiciona-nos na pasta home.| |cd ..|change directory to ..|Altera a pasta de trabalho para um nível abaixo da árvore de pastas.| |ls arg|list|Lista o conteúdo de arg se estiver numa pasta. Sem arg, ls lista o conteúdo da pasta em que estamos a trabalhar.| |ll arg|long list|Apresenta as informações detalhadas sobre o ficheiro arg.| |ls -a arg|list all|Apresenta todos os ficheiros de arg, mesmo os que começam por .., se estiver numa pasta. As opções de ls podem ser combinadas: ls -al.| |chmod droit arg|change droits|Altera os direitos do ficheiro arg, conforme droit.| |mkdir arg|make directory|Cria a pasta arg.| |rmdir arg|remove directory|Elimina a pasta arg, se estiver vazia.| |rm arg|remove|Elimina a referência arg.| |rm -r arg|remove recursively|Elimina arg e todos os ficheiros que estiverem na pasta.| |mv arg1 arg2|move|Renomeia ou move arg1 para arg2.| |touch arg|touch|Cria um ficheiro vazio de nome arg se não existir, caso contrário atualiza-o com a data corrente, a sua data da última modificação.|

Lançar um script com uma versão específica de PHP

Para executar os seus scripts a partir de um comando SSH e com recurso a uma versão específica de PHP; deverá utilizar os seguintes comandos.

|Commande|Version| |php.ORIG.4 (cgi)|4.4.9| |php.ORIG.5_2 (cgi)|5.2.17| |php.ORIG.5_3 (cgi-fcgi)|5.3.29| |/usr/local/php5.3/bin/php (cli)|5.3.29| |php.ORIG.5_4 (cgi-fcgi)|5.4.38| |/usr/local/php5.4/bin/php (cli)|5.4.38| |/usr/local/php5.5/bin/php (cli)|5.5.22| |/usr/local/php5.6/bin/php (cli)|5.6.6|

Por exemplo, para executar o script "meuScript.php" com a versão 5.3 de PHP, deverá lançar o seguinte comando:

php.ORIG.5_3 meuScript.php

Antes do nome do script é igualmente necessário indicar a sua localização. Se o seu ficheiro "meuScript.php" se encontra na pasta "WWW", e se deseja executá-lo na versão PHP 5.3, é necessário lançar o seguinte comando:

php.ORIG.5_3 www/monScript.php
ou
php.ORIG.5_3 /www/monScript.php

As nossas chaves públicas (a validar aquando da sua primeira ligação via SSH)

Será solicitado uma validação da chave pública aquando da primeira ligação no seu servidor.


Estes manuais também podem ser úteis...